• Site
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube



O GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo, maior aeroporto da América Latina, faz parte das empresas do grupo Invepar desde 2012, quando o contrato de concessão entrou em vigência com duração de 20 anos. Desde então, um plano de intensas transformações e melhorias tem sido executado para que o GRU Airport seja uma referência mundial no segmento aeroportuário, tanto em infraestrutura, quanto em operação.
 
TERMINAL 3
Entre as principais melhorias realizadas está o Terminal 3, com capacidade inicial para receber 12 milhões de passageiros por ano e voltado exclusivamente para voos internacionais. O novo terminal possui uma área de 192 mil m² e pátio com 34 posições de aeronaves, das quais 20 têm pontes de embarque. Além disso, o T3 conta com tecnologias e equipamentos comparáveis aos dos melhores aeroportos do mundo.
 
PÁTIOS E PISTAS
Em outubro de 2013, o GRU Airport obteve aprovação da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para operação de mais um pátio de aeronaves, o pátio 9. Com área de 69 mil m², é reservado para aviões de companhias aéreas que operam voos de longa distância, e acrescentou 13 novas posições para estacionamentos de aeronaves classe E (por exemplo, Boeing 777), o equivalente a 20 posições classe C (por exemplo, Airbus A320 ou Boeing 737). Desde que o GRU Airport assumiu a gestão do aeroporto, o número de vagas de aeronaves aumentou de 80 posições concessão para 124.
 
Em 2014 o GRU Airport também foi autorizado a operar uma nova pista de taxiamento, a taxiway PR-A, que possui 2.477 metros de extensão e 60 metros de largura. A pista aumenta consideravelmente a eficiência operacional do aeroporto, na medida em que reduz o tempo de movimentação das aeronaves em solo.
 
A380
Em outubro de 2015, a Anac também autorizou o aeroporto a operar pousos e decolagens do Airbus A380, a maior aeronave de passageiros em operação no mundo. Para que o A380 pudesse operar em Guarulhos, o aeroporto realizou uma série de investimentos no sistema de pistas e estabeleceu uma rota padronizada de taxiamento. O circuito foi adequado visando garantir a segurança da aeronave, sendo alargadas as pistas de taxiamento A, Q, H e G e o acostamento da Pista 09L/27R, com 7,5 metros de cada lado, totalizando 75 metros de largura.
 
ESTACIONAMENTO
Logo nos primeiros meses de concessão, foi construído o Edifício Garagem com 8 andares, 84 mil metros m² de área construída e capacidade para 2.644 veículos. O GRU Airport passou por uma reformulação das áreas de estacionamento que resultaram na duplicação do número total de vagas: o aeroporto passou de 3,9 mil para 9,2 mil.
 
MODERNIZAÇÃO
A principal mudança no projeto de modernização (retrofit) do Terminal 2 foi a centralização do embarque e do setor de raio X. A mudança consolidou o processo de unificação dos antigos terminais 1 e 2.

O projeto de retrofit prevê a ampliação de setores chave do aeroporto, como check-in, restituição de bagagem e saguões de embarque e desembarque e áreas de controle de passaporte.

Conheça mais em www.gru.com.br.

Serviços:

  • 239 estabelecimentos comerciais
  • 8 mil vagas de estacionamento
  • Banco
  • Caixas Eletrônicos
  • Lotéricas
  • Proteção de bagagem
  • Chaveiro
  • Cabeleireiros
  • Clínica odontológica
  • Espaço infantil
  • Farmácia
  • Wi-Fi
 

Dados Importantes



Fotos

  • Ônibus

  • Terminal 2

  • Saguão

  • Check-in A

  • Escadas

  • Pista

  • Pista 2

  •  

  •  

  • Obras no Terminal 3, de GRU Airport

  • Obras no Terminal 3, de GRU Airport

  • Terminal 3 de GRU Airport

  • Terminal 3 de GRU Airport

  • Terminal 3 de GRU Airport

  • Terminal 3 de GRU Airport

  • Terminal 3 de GRU Airport

  • Terminal 3 de GRU Airport

  • Terminal 3 de GRU Airport

Vídeos

btPlay
btPlay
btPlay
btPlay
btPlay
btPlay
btPlay
btPlay
btPlay
btPlay
btPlay
btPlay
btPlay
 

Versão para impressão Envie para um amigo Compartilhe RSS